Música e Drama, ou: Mais uma morte em Veneza

Gabriele D’Annunzio, 1900 d.C. – Quanto tempo durou aquele transporte terrível? Breve foi a passagem do barco à margem; mas aqueles poucos passos contaram por um longuíssimo caminho. A água trepidava contra as traves do atracadouro, o ulular do vento irrompia do Grande Canal como dos meandros de cavernas, os sinos de San Marco soavam as vésperas; mas o rumor confuso perdia toda realidade imediata e parecia infinitamente profundo e remoto como uma lamentação do Oceano. Eles portavam sobre seus braços o peso do Herói, portavam o corpo letárgico Daquele que havia difundido a potência da sua alma oceânica pelo mundo, a carne moribunda do Revelador que havia transformado em infinito canto pela religião dos homens as essências do Universo. . .